07/12/2018

,
A modelo e atual Mini Miss Universo, Maria Gabi Sebben Salvi, 08 anos, viu sua vida mudar durante as últimas duas semanas. Além de conhecer a supermodelo Gisele Bündchen, ela teve sua história de fã estampada nos principais veículos de notícia gaúcho.
Natural de Passo Fundo, Maria Gabi acompanha a top model desde os 04 anos e sempre nutriu à vontade em conhece-la pessoalmente. Já esteve na plateia do “Encontro com Fátima Bernardes”, e na ocasião pediu que a apresentadora entregasse uma carta endereçada à Gisele. Fora as inúmeras mensagens nas redes sociais da modelo, mas todas sem resposta.  

Mas tudo mudou no último dia 11, domingo, quando participou da sessão de autógrafos do livro “Aprendizados”, que Gisele lançou em Porto Alegre. Além de conhecer, beijar, abraçar e chorar nos braços de seu ídolo, Gabi chamou a atenção dos veículos de imprensa que faziam cobertura no local, que se interessaram pelo carinho e admiração que a jovem tem pela modelo.
E os esforços foram muitos. Os quase 300 km percorridos de Passo Fundo a Porto Alegre; a confecção de uma carta com mais de 30 metros de comprimento, além das camisetas personalizadas usadas por mãe e filha. Tudo isso se tornou assunto para as diversas entrevistas concedidas por Gabi naquela tarde, entre elas SBT/RS, Record/RS, além do Jornal Zero Hora e a Revista Donna do grupo RBS, que noticiaram Maria Gabi e sua força de vontade para conhecer Gisele Bündchen.

Após a veiculação dessas matérias, a modelo mirim começou a receber mensagens, através de suas redes sociais, de meninas que assim como ela admiram Gisele Bündchen; outras parabenizando pelo feito, e muitas querendo saber mais sobre a diva gaúcha (Mais entrevistas nos links Entrevista SBT e Entrevista Record)

Foi então que, Maria Gabriela conversou com sua mãe e teve a ideia de criar um canal especializado na diva, voltado para crianças e adolescentes. 
Eu participo de concurso de miss, e praticamente todas as meninas amam a Gisele. Ela nasceu no interior do Rio Grande do Sul, já levou muitos ‘não’, e mesmo assim jamais desistiu de sua carreira. Ela é uma inspiração para todas nós”, diz a mini miss.

       Gabi já possui redes sociais e um canal no youtube, onde mostra seus compromissos como miss, mas sua intenção será direcioná-los exclusivamente à Gisele. Reprodução de clássicas fotos de Gisele, curiosidades sobre seu início de carreira e entrevistas com pessoas ligadas a ela estão na pauta no projeto. “Eu quero bater um papo com a primeira professora da escola da Gisele. Quero mostrar onde ela cresceu e brincou” – acrescenta Gabi.


Imagens: Divulgação Internet

05/12/2018

,
O fim do ano já está aí e, como nos três últimos anos, a festa mais esperada do mês de dezembro, além das festas de fim de ano, é a comemoração de aniversário do programa TV Fama, da Rede TV.
Este ano o evento acontecerá na Casa Fernandes, espaço localizado na privilegiada região do bairro do Tatuapé, para 400 convidados.
O evento está sendo organizado, como nos anos anteriores, pela repórter do TV Fama, Lisa Gomes, que este ano conta com o mesmo time de produção. A cerimonialista Elaine Maldonado, a assessora de imprensa e RP, Claudia Ramos, e o empresário, Thiago Michelasi.
Com um cardápio requintado, três bares, ilhas de degustação de petiscos e um serviço que prevê cerca de 60 profissionais, a festa em comemoração aos 19 anos do TV Fama já chega à casa de meio milhão de reais.

Lisa Gomes garante que, neste ano, a festa estará tão animada como a anterior e muito mais elegante e requintada. 

"O time de produção é muito experiente, mesmo assim é um evento que requer muita dedicação e muito cuidado com os detalhes. Por isso o envolvimento e comprometimento de todos é importantíssimo", finaliza Lisa que promete muitas surpresas e nomes de peso, tanto como convidados, como de apresentadores que conduzirão o evento.

Fábio Fernandes, CEO da Casa Fernandes, está acostumado a receber grandes eventos em todos os Buffets que possui, inclusive festas de famosos e grandiosos casamentos. Quando questionado sobre a festa do TV Fama, Fábio afirma que é uma grande honra, mas também uma enorme responsabilidade.

O evento acontecerá no dia 13 de dezembro e já reúne marcas como Itaipava, Champanhe Georges Albert, Frizeé, Vodca Kadov, Pizzaria Tucuna, Buffet Vizzane, SkinMax Tecnologia à Laser, Femme Store Boutique, New Arte Bebidas com Whisky, Sorvetes Naturalle, Caricatoon, Ideal Eventos Bar, Giuliana Flores e Cereja Flor Café Bistrô, da renomada Chef Jaque Alves que, mais uma vez, assinará o bolo em comemoração ao aniversário do TV Fama.

Os convites oficiais do evento serão entregues, de forma online, no início de dezembro.

Informações
CR Agenciamento, Comunicação e Eventos
Claudia Ramos
,
A falta de informação leva muitas mulheres a perderem a qualidade de vida pós o câncer de mama. Diante desta realidade, a cirurgiã plástica Camila Naif, com o intuito de auxiliar milhares de pessoas que passam por este difícil momento na vida, desenvolveu o livro “Perdi minha mama, e agora?”, em que compartilha seu conhecimento sobre reconstrução mamária. Resultado da tese do Mestrado Profissional da UNIFESP, a obra teve o auxílio e co-autoria das cirurgiãs plásticas e professoras Alessandra Haddad, Christiane Sobral e Lydia Masako Ferreira.

A edição ilustrada é um manual em versão impressa e também digital, que pode ser baixada gratuitamente em www.reconstruçãodemama.com, o primeiro site brasileiro, com este conteúdo informativo, feito em linguagem direta e acessível, para maior compreensão do leitor. As autoras explicam todas as etapas, os termos médicos, a lei, os tratamentos, os preparativos, as contraindicações cirúrgicas, os tipos de implantes, os cuidados e tudo que possa proporcionar segurança. Além disso, a doutora Camila Naif orienta sobre a importância de conversar diretamente com o cirurgião plástico reconstrutor, seja do atendimento público ou privado, sem receio de tirar todas as dúvidas.

Conforme uma lei já estabelecida no Brasil, a mulher tem direito a reconstrução mamária e simetrização após o tratamento cirúrgico de câncer de mama. Isso vale tanto para os tratamentos realizados pelo SUS, como também para os convênios médicos. Quando for indicada a cirurgia pela equipe de mastologia, o médico já encaminha a paciente para o serviço de cirurgia plástica que atende aquela região. No momento da consulta, a paciente deve questionar a possibilidade de cirurgia plástica reparadora para reconstrução mamária, reforça a médica.

Sobre Dra Camila Naif

Possui graduação em Medicina pela Universidade Metropolitana de Santos (2009). Concluiu a residência médica de Cirurgia Geral no Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP (2012). Concluiu a Residência Médica de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP ( fev/2015). Possui Título de Especialista em Cirurgia Plástica aprovado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pelo MEC e AMB. Possui pós graduação em Reconstrução de Mama pelo Hospital Pérola Byington (fev/2016). Possui pós graduação em Estética - Cosmiatria, Laser e procedimentos pelo Hospital Israelita Albert Einstein. Atua na área de Cirurgia Plástica e Cosmiatria.
,
Nos próximos dias 7 e 8 de novembro acontece mais uma edição do Desafio de Skate Vert Battle, em Jacareí, cidade da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte / SP. O Half Pipe do Espaço Liberdade será palco do evento, um dos maiores circuitos do skate profissional do cenário nacional. O campeonato idealizado pelos atletas Rony Gomes e Sandro Testinha recepciona os principais nomes do skate vertical para mais um final de semana de muita adrenalina.
Para essa edição, o campeonato será novamente dividido em três categorias: Amador, Profissional e Pro Master. Rony Gomes e Damon Michellepis foram os campeões da primeira fase da competição, que aconteceu no início de novembro, em Atibaia / SP.
São aguardados atletas de renome na categoria, entre eles o anfitrião Rony Gomes (bicampeão brasileiro e mundial e medalha de prata nos X Games Sidney 2018), Edgard Vovô (vice-campeão mundial da Mega Rampa), Dan Cezar (bicampeão brasileiro), Italo Penarrubia (recordista de aéreo nos X Games e membro da Seleção Brasileira Olímpica), Marcelo Kosake (tetracampeão brasileiro), Cris Mateus (atual campeão brasileiro Pro Master), Sérgio Negão (bicampeão brasileiro) além da novíssima geração profissional Augusto Akio Biel Machado, entre outras feras do Skate brasileiro. 
As competições e eliminatórias oficiais acontecem no sábado, a partir das 12:30h. A entrada é gratuita. Todo o circuito é válido pelo Brasileiro de Skate Vertical 2018.
O ambiente é familiar e receptivo para todas as tribos. A prova recebe atrações de diversas marcas, além de área para alimenação à disposição do público. O show de encerramento fica por conta da banda local Black Donalds, que traz os maiores clássicos do skate rock, marcando presença nos principais campeonatos do segmento de todo o Brasil. Será um grande final de semana, com muito esporte, arte, música, entretenimento e lazer.
Esta etapa conta apoio Instituto Incentivar, Santa Cruz, Oakley, G-Shock, Ibis Hotel Jacareí, Prefeitura de Jacareí através da Fundação Cultural José Maria de Abreu, Secretaria do Meio Ambiente, SAAE Jacareí, Secretaria de Saúde, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Mobilidade Urbana, Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão, Secretaria de Administração e Recursos Humanos, Diretoria de T.I. e Secretaria de Esportes e Recreação. Desafio de Skate Vert Battle tem oficialização da Confederação Brasileira de Skate e Federação Paulista de Skate; patrocínio Kanui e TNT; realização da Associação Social Skate.  
A transmissão oficial será feita pelo site globoesporte.com com narração de Geninho Amaral.
Serviço:
Desafio de Skate Vert Battle - Próxima etapa
- Entrada: FRANCA
- 7 e 8 de Dezembro – Half Pipe do Espaço Liberdade. Av. Santos Dumont, 97 - Centro, Jacareí/SP
- MASCULINO - Amador, Profissional e Pro Master 

Foto: Felipe Puerta
,
Mas que delícia de pauta!!!! Segue aí galera, só vem!!!
Quem nunca ficou rodando, de motel em motel, em procura de uma suíte disponível, sem saber qual deles tem uma de acordo com o seu gosto e bolso? Pensando em mudar de vez o jeito de ir ao motel, o Guia de Motéis, maior vitrine do setor moteleiro no país, sob o comando de Rodolfo Elsas e Roberto Camara, desenvolveram um aplicativo chamado Guia de Motéis Go
Foram mais de dois anos de testes para entender o comportamento do usuário e a aceitação do modelo de reservas de última hora. Durante esse período, oGuia de Motéis movimentou quase R$1 milhão em reservas nos motéis que participaram do teste. No entanto, o objetivo é movimentar, por meio do aplicativo, uma cifra que pode chegar a R$50 milhões anuais daqui a cinco anos.
“Esperamos que uma grande parte das pessoas que já frequentam os motéis use a plataforma pela conveniência de ter a suíte garantida, mesmo num dia de menos movimento. Muitos motéis têm suítes exclusivas e hoje em dia as pessoas precisam tentar a sorte para se hospedarem lá”, explica Elsas.
Além dos frequentadores assíduos dos motéis, o Guia de Motéis está de olho em quem parou de frequentar justamente pela falta de conveniência, já que realizou uma pesquisa, juntamente com a Hello Research, que revelou que 57% das pessoas que pararam de frequentar os motéis considerariam a possibilidade de voltar, caso existisse um sistema de reservas.

O usuário baixa o Guia de Motéis Go, vê quais suítes estão livres nos motéis mais próximos, faz a reserva e chegando no local a suíte estará pronta, aguardando o cliente. Existe a opção de filtros, onde o usuário estipula a faixa de preço desejado e itens como piscina, Internet, sauna e suíte para festas, entre outros.

As vantagens oferecidas pelo aplicativo são enormes. Os valores das suítes já vêm com descontos que podem chegar a 40%, o pagamento é feito diretamente no aplicativo e o usuário tem um tempo bônus de tolerância para chegar ao motel após fazer a reserva.

A novidade tem em sua base cerca de 100 estabelecimentos cadastrados em São Paulo, onde está começando, mas os planos são, em breve, cobrir as principais capitais, chegando rapidamente a 500 motéis na plataforma. O app está disponível em versões para iPhone e Android. O download é gratuito.

Sobre o Guia de Motéis
Há 19 anos o Guia de Motéis é a principal vitrine do segmento, que promove e divulga motéis em todo território nacional. São cerca de 3500 motéis cadastrados, com informações atualizadas diariamente e acessadas por cerca de 1.000.000 de pessoas todos os meses. No portal, o usuário pode conhecer as suítes através de fotos ou vídeos das suítes, ter acesso a mapas interativos e conquistar cupons de descontos. Saiba mais em www.guiademoteis.com.br.

,
No próximo dia 7 de dezembro, a partir das 20h, o Bistrô Nonna Lilla, localizado na Vila Carrão, em São Paulo, realizará mais uma noite temática. Desta vez, o jantar será italiano e terá em seu menu aperitivos, entradas, prato intermediário, dois pratos principais e sobremesas inspirados na gastronomia do país.

Com convites individuais no valor de R$ 95,00, todos os presentes provarão Caponatina da Nonna, Sardela, Creme de ricota e gorgonzola, além do Cesto de pães nos tipos ciabatta, sfinccione e italiano entre os aperitivos. Para a entrada, Arancini e Polpetone Alla salsa.

Como prato intermediário, Insalata de radichio, tomate seco, mix de folhas e mozarela de búfala ao molho balsâmico. O primeiro prato será o Fettuccine à carbonara e o segundo, Fileto de manzo recheado de queijo Fontina em cama de papa ao pomodoro e crosta de pangratatto com proscioto parma e parmentino.

Na hora da sobremesa, os amantes da culinária italiana poderão saborear Cucidata de figo, Gelato Tiramisu, Sfogliatella de ricota e Zabaione com compota de frutas vermelhas. A bebida é à parte. A noite também contará com música ao vivo.

Serviço:
Noite Italiana
Data: 7 de dezembro de 2018
Horário: 20h
Local: Bistrô Nonna Lilla – Rua Evangelina, 864 – Vila Carrão – São Paulo/SP
Instagram: @bistrononnalilla

29/11/2018

,

O Magic City, famoso parque aquático de SP, não mediu esforços nem poupou recursos para a edição do seu evento de terror deste ano, as “Noites de Horror”, que teve como tema ‘A Origem do Medo’, fazendo referência às histórias e lendas orientais de horror. Como se não fosse suficiente o ineditismo da temática (oriental) e do local de realização (dentro de uma floresta fechada), duas coisas que nenhum outro parque na América Latina ousou fazer, o parque fez questão de que a equipe de produção fosse composta pelos maiores profissionais da área do entretenimento de horror. 
    
Laura Rocha, conhecida internacionalmente por ser uma das criadoras do evento “Noites do Terror”, do extinto Playcenter há quase 30 anos atrás e pioneiro no Brasil, foi chamada para criar toda a concepção e realizar toda a estruturação do evento que, por ser pioneiro neste formato, não poderia ter alguém melhor na criação. 

E para colocar toda a ideia da ‘Dama do Terror’ (como Laura é conhecida) em prática, o parque convidou outro gigante do entretenimento de horror: Flademir Pereira, um dos maiores empresários deste segmento no Brasil, que já atuou em eventos como as “Noites do Terror”, no Playcenter, “Hora do Horror” no Hopi Hari entre diversas outras produções em parques espalhados pela América Latina, sem contar na sua vasta experiência no cinema e na televisão, sempre voltados ao horror, o que lhe rendeu o apelido de “Príncipe do Terror”. 
    
Embora Flademir tenha atuado no extinto Playcenter em eventos sob direção de Laura, os dois jamais haviam trabalhado diretamente juntos, na criação, produção e supervisão de um evento inteiro, como foi o caso. 
    
- No Playcenter cada produtora ficava responsável por uma área específica. Haviam vários coordenadores. Todas as ordens vinham da Laura, mas jamais respondi diretamente à ela, sempre tinham intermediários. Ela é, sem dúvida, uma das maiores inspirações não só pra mim, mas pra todo mundo que é apaixonado pelo terror. Foi uma experiência incrível estar diretamente ao lado dela, uma honra. Agora me sinto completamente realizado!, conta Flademir. 
    
As “Noites de Horror” este ano superou as expectativas tanto do público quanto do próprio parque. Com uma taxa de aceitação muito superior à edição do ano passado, com aproximadamente 85% de críticas positivas, o maior diferencial do evento foi ter sido realizado dentro de uma floresta, numa área afastada, ainda dentro do gigantesco complexo que, dentre outras coisas, também abriga o parque aquático.
    
Pioneirismo, ineditismo e uma equipe de  profissionais que são verdadeiras ‘lendas’, não poderia render ao evento outra coisa a não ser o sucesso absoluto! Como quase tudo criado por Laura Rocha, podemos esperar que outros parques copiem mais este formato saído da cabeça de uma das mais brilhantes mentes do entretenimento mundial. 
    
- Estou reestruturando minha empresa. Quero formar uma verdadeira elite do entretenimento. Em 2019 queremos atacar com força total os parques de diversão, complexos e áreas de lazer de todos os tipos com eventos e atrações exclusivas, pensados exclusivamente para cada empreendimento e para o público específico desse empreendimento. Estou contratando pessoas com vasta experiência em pesquisa, para estudar esses locais. Uma equipe comercial que, o mais novo, tem 15 anos na gerência comercial de grandes parques de diversão. Pra confecção, temos um carnavalesco com mais de 20 anos de eventos temáticos em São Paulo e no Rio. Até apresentador de TV nós contratamos, pra cuidar da área de entretenimento audiovisual. - contou Flademir, quando perguntado sobre a expectativa para 2019. 

Indagado sobre a possibilidade de novas produções ao lado de Laura, ele diz com um sorriso: 

- Seria meu maior sonho. Embora seja meio absurdo pensar nessa possibilidade, estamos contratando [risos]. Seria um prazer inestimável ter ela na família 360°. Esse convite não foi feito formalmente, mas se ela tiver interesse, acho que passo até a empresa pro nome dela pra tê-la conosco. Tudo é possível, Deus é quem sabe [mais risos].
    
A empresa de Flademir Pereira está sendo reestruturada e, segundo ele, querem se tornar a maior empresa de eventos e atrações temáticas do Brasil. Para isso, irão inaugurar em fevereiro, simultaneamente, duas filiais da empresa sendo uma no Rio de Janeiro (sob comando do produtor cultural e artístico Marcos Lodi) e outra em Santa Catarina (sob comando da produtora de efeitos especiais Laís Barbosa), além de sua matriz que será inaugurada em dezembro de 2018 na cidade de Santo André, no ABC Paulista, com uma área construída de 4.000m² que abriga a fábrica das atrações e 2 galpões de armazenamento, além da área superior que abrigará os escritórios de operação da empresa, incluindo as filiais, com mais de 20 salas funcionais, que será o local de trabalho de Flademir e de toda a "eliteshow", como ele chama seu "esquadrão de elite do entretenimento".

28/11/2018

,
A faixa original foi gravada para o icônico álbum “Clube da Esquina”, de 1972, com Milton Nascimento, Lo Borges e outros lendários músicos mineiros. Este álbum sinalizou uma nova fase na música brasileira.

Então, é a canção nº 1 do álbum Alexandra Jackson: Legacy and Alchemy, uma vez que pretende sinalizar a contribuição cheia de riquezas da MPB, assim como mostrar em 2018 o caminho para uma nova fase da música no Brasil. Entre os diversos lugares já conquistados por esse projeto estão o sul de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Chicago (EUA).
Nós abraçamos e honramos o grande ‘legado’ do Clube da Esquina, enquanto apresentamos a ‘alquimia’ de nossa visão musical, explica o CEO da Legacy and Alchemy, Robert Hebert.

A produção que chegou para fazer história

A trajetória dessa música para o álbum começa em 2011, quando Arthur Maia tocou pela primeira vez para Robert Hebert com a demonstração de um arranjo com o qual ele estava trabalhando com Marcello Ferreira e mais dois músicos. 

Robert sempre viu essa canção como o próximo passo além para fundir a música brasileira e americana. A diferença é que Arthur Maia e os demais estão entre os maiores músicos do Brasil de todos os tempos. Muito além de onde os músicos que estavam naquele estágio inicial de suas carreiras. 

Por exemplo, Arthur é talvez o maior baixista do Brasil de todos os tempos, então, as demos que ele e o mineiro Marcello incorporaram chegam a um nível de genuína musicalidade brasileira (seja em 1982 ou hoje em 2018).

E Alexandra Jackson se apaixonou por isso

Sendo assim, essa faixa foi gravada duas vezes. A música foi produzida pela primeira vez para o álbum em abril de 2015, com Maia como produtora. Arthur cortou um novo arranjo, inserindo um novo, igualmente bom. Mas não era a vibração pela qual Hebert e Jackson haviam se apaixonado. Parecia faltar alguma coisa: a essência mineira da demo de 2011. 

Então, trabalhando com Ferreira e Maia. Passo a passo, reconstruímos a demo e voltamos aos músicos de 2011, ou seja, Arthur, Marcello, Heber Ribeiro e Cassio Duarte, Isso fez ressurgir aquela vibe de antes, destaca Hebert.

Em julho de 2016, Robert levou os músicos de volta ao estúdio para recortar a bateria e a percussão para a demonstração. Entraram as faixas de violão de Marcello e o baixo de Arthur, além da percussão de Rhodes e Duarte de Ribeiro.

Desse modo, é o que se ouve no resultado: a mescla dos dons musicais deles atrelados aos de Ricardo Silveira, Teo Lima e Armando Marcal, acrescentando mais tarde os músicos Marco Brito e Marcelo Martins. Também há notáveis ​​aparições de Marcello Ferreira e Paula Santoro.

No CD duplo, assim como na faixa “Tudo Que Você Podia Ser”, Alexandra canta em Português. Nessa música, especificamente, com vocais gravados no Rio de Janeiro em fevereiro de 2016, sob o olhar atento de Chris Walker e Paula Santoro.

Os backing vocals são de Alexandra, Chris Walker, Darryl Tookes e Curtis King, foram gravados em Nova Jersey (EUA).

Lançado oficialmente em abril de 2018, com um grande show no Teatro Rival, no Rio de Janeiro, o projeto já ganhou dimensões meteóricas, conquistando não somente ao público brasileiro, mas também o mundial.

E, assim, Robert Hebert tem a certeza de que os mais de três anos de dedicação nessa ideia que virou um grande sucesso irá galgar ainda mais horizontes.

O álbum Alexandra Jackson: Legacy & Alchemy” já está disponível no iTunes, CDBaby, Amazon, Spotify e em todas as outras plataformas, além de mais de 30 rádios mundiais.

Serviço:

Legacy & Alchemy – www.legacyandalchemy.com

,
Aos 20 anos, o DJ e produtor musical XFour termina o ano com mais um lançamento e a grande projeção no cenário eletrônico

Pedro Moraes, conhecido no cenário musical como XFour, tem apenas 20 anos, mas currículo de “gente grande”.

DJ e produtor musical com foco na vertente eletrônica, começou sua carreira aos 13 anos tocando em buffets infantis, com o objetivo de juntar dinheiro para comprar o seu primeiro carro aos 18.

E, então, foi quando descobriu a sua vocação e o que ele realmente queria como profissão.

“Foi uma sensação única na primeira festa quando ouvi ‘Tony Igy- Astronomia’, pois era algo que vibrava dentro de mim de uma forma que nunca senti antes. Mesmo sendo uma festa infantil, nós tínhamos duas horas para tocarmos o que queríamos e sempre eram músicas eletrônicas, justamente pra ‘esquentar’ a pista”, revela.

Hoje ele é uma das grandes promessas da cena eletrônica, tanto que conquistou a inserção do selo da DJ Sound, da Warner Music, já no seu próximo lançamento, “Don’t Leave Me This Way”, que ocorrerá nas suas plataformas oficiais no dia 14 de dezembro desse ano.

Entre seus sucessos estão “Come With Me”, “Onxy”, “Stars” e “Experian”, que sempre levam o público ao delírio, como aconteceu em sua apresentação no evento Itacaré Surf Music, na Bahia.
A fusão de habilidades em suas produções

O XFour ressalta que unir o seu lado produtor ao de DJ é o que traz um dos seus diferenciais, principalmente porque assim ele está entrelaçado com todas as etapas desse processo.

“O DJ é quem ‘faz’ a festa, que precisa saber tocar aquilo que irá agradar às pessoas. Já o produtor é quem está por trás dos sentimentos, da qualidade e até mesmo das ideias para a música. Por isso, ao ser os dois o meu caminho é mais desafiador, pois eu preciso pensar em todos os detalhes para que o público me dê um retorno positivo. E essa aceitação vem acontecendo de uma maneira certeira”, conta XFour.

A House Music e o Progressive House são os gêneros mais presentes em suas composições, entretanto, ele vai além e busca se atualizar constantemente, assim como descobrir novos sons para sempre inovar ao comandar as pick-ups.

“Um dos meus diferenciais é a forma como abranjo as minhas músicas, que vão de alguns elementos antigos aos mais modernos. Fora que passo a maior parte do tempo trabalhando na melodia, para chegar ao ponto onde eu sinta que realmente ficou do jeito que eu queria. Tanto que passei 18 horas trabalhando em apenas uma track e muitas vezes eu faço quatro versões de uma mesma faixa, até decidir a melhor”.

Ele explica que suas inspirações podem vir de diversas situações, desde os acontecimentos cotidianos até os profissionais que ele admira, como Avicii, Swedish House Máfia, Éric Prydz e Vintage Culture.

XFour: sinônimo de dedicação constante

O profissional lembra que se destacar em um meio tão disputado requer muito estudo e dedicação.

“Nesse tempo todo eu investi meu tempo não só criando as tracks de uma maneira que ficasse do meu agrado, mas também em cursos, como o da DJ Ban e o com o produtor musical Douglas Menani, o ‘Zuri Music’, um dos caras mais inteligentes que conheci. O de DJ eu fiz com o Marcelo Noya, um gênio na mixagem e que viveu e tocou no Japão por 20 anos, o qual posso dizer que é ‘fera’. Ou seja, a gente nunca pode deixar de aprender ou de incrementar”.

Tanto que foi disso tudo que nasceu o seu nome XFour, pelo qual é reconhecido no meio da música.

“Em numerologia o quatro tem a ver com a dedicação e é relacionado às pessoas que concretizam. Já o X é o sinal da multiplicação na Matemática. Então, eu juntei os dois e além de ser um nome forte, simboliza exatamente aquilo que eu sou”, finaliza.

Serviço:

XFour – www.xfour.com.br/

Follow Us @belezaf5