Dica de farmácia Online: Onofre + Papo Corriqueiro sobre Amamentação

quarta-feira, janeiro 15, 2014 Daniela Oliva Roma 3 Comentários

Eu nunca pensei que comprando online numa farmácia as 21:00, receberia de fato meus produtos após 4 horas, como selecionado ao final da compra pelo preço de R$ 0,99. 
Ontem tive que comprar as pressas o leite em pó Enfamil AR Premium, pois meu bebê mama até me secar, (tem tanta fome - já perdi 13kg só amamentando e ele tem 1 mês e 12 dias - não estou fazendo dieta, nem me privando das delicinhas da vida rs) e a pediatra liberou uma última mamada da noite o leite em pó como complemento, para dar uma saciada maior e assim, um descanso maior para o bebê (o leite industrializado tem um processo de digestão mais demorado, por ser mais engrossado do que o leite materno) e para a mamãe.
É tão difícil encontrar o Enfamil comum, então imagine as versões dele? Esse A.R. é um leite anti refluxo, pois meu bebê estava no complemento do Enfamil Premium apenas, mas regogitava (pra mim era mais um chafariz) tudo depois, ficava agitado, não dormia e sentia fome em poucos minutos, pois o leite não parava no estômago.

Veio num pacotinho assim:
Será uma tentativa. Espero que dê certo. Imagino que muitas mães virão falar e defender de só dar o leite materno, mas cada uma tem um bebê diferente, com necessidades diferentes e quem tem menino "sofre mais", pois eles tem uma fome de leão. 

O post era mais pra falar da eficiência de entrega da farmácia e não focar no leite, mas é uma dica para quem procura o Enfamil e não encontra facilmente.

UPDATE: No dia  20/01 fui à uma especialista em Amamentação, a Miriam Leal, e descobri que meus peitos estavam entupidos, por isso meu bebê sentia fome depois de mamar durante horas. Ela me ensinou a drenar meus peitos para desentupir as vias que saem o leite e me explicou todo o processo da produção do leite, de como o bebê suga, qual era a maneira correta e em quanto tempo é o necessário ele mamar. Coloquei em prática e hoje, dia 24/01 meu bebê está sem fórmula há 3 dias e eu muito contente em poder estar proporcionando isso pra ele.

UPDATE: 26/02 - Após duas semanas oferecendo somente o peito, meu bebê perdeu 1kg. Isso mesmo, 1kg. Porém não havia notado, pois depois de todas as mamadas ele ficava super relaxado ou dormia. Não chorava nem nada. Daí mudei de pediatra, o primeiro que eu jamais deveria ter saído, e ele disse que como o bebê já tinha experimentado o complemento, eu não poderia do nada tirar da vida dele, que deveria ter sido aos poucos, tipo 10 ml por dia. Como a especialista disse para eu tirar do nada, o organismo dele não absorvia meu leite para engordar, porque ele mamava e já cagava direto, sem perder tempo. Então comecei do zero, estou dando o PEITO (os 2, 15 minutos de cada lado - as vezes menos, pois meu bebê mama muito rápido, eu sinto o peito carregado e depois ele bem mole ---- e depois 150ml de complemento..esse enfamil ar). Nessa última semana ele não regurgitou tanto assim. Ele vai fazer 3 meses daqui 5 dias e já senta (com ajuda da mamãe e do papai). E cólica de gases não teve mais assim que coloquei o complemento da forma correta. Porque tem gente que acha que pode intercalar, dar o peito e depois numa próxima mamada dar o complemento. Ele pede para mamar 95% de 3 em 3 horas. São raras as vezes que ele sai dessa rotina. Ele voltou a ganhar peso, está super saudável, sem cólicas. Prefiro assim. Semana passada conversei com uma pessoa que fez muitas faculdades, entre elas, Nutrição. Ela fez um TCC sobre amamentação de bebês e disse que quando o bebê mama apenas o leite materno, a maioria deles tem muitas cólicas, porque o organismo absorve 90% do leite e fica espaços dentro do intestino, ocasionando as gases. Já os que tomaram peito e complemento, assim que os 90% são consumidos, o complemento entra para ocupar os espaços vazios, dando mais saciedade e evitando possíveis cólicas. Pra mim foi a coisa mais sensata e que mais fez sentido em relação ao meu bebê. Sei que existem milhões de nutricionistas e tal, mas a gente sempre busca informações em quem confiamos. Em breve farei um post detalhando tudo! Inclusive o começo, as dores, a pegada! É muita coisa!!

Já comprou na Onofre online? Também dá por telefone, como mostro na última imagem! Beijinhos
Dani Oliva Roma

Assuntos Relacionados

3 comentários :

  1. Dani, quando eu tive minha primeira filha sofri muito com isso. Eu mesma sempre tive 100% de certeza de que queria só amamentar até os 6 meses e não queria introduzir o leite de jeito nenhum, mas a Laura não saía do peito e mamava toda hora. Até que um dia, quando ela tinha quase 4 meses, eu resolvi atender o que uma pediatra me falou e dei uma mamadeira pra ela. Ela dormiu super bem (sim, eu sei que a digestão do leite é mais pesada, ok) e acho que tanto ela quanto eu precisávamos muito disso: um pequeno mas valioso descanso. Hoje em dia eu não jogo pedras nas mães que acabam dando leite junto com o peito. Cada um sabe do que está passando, e nem sempre temos ajuda que precisamos, enfim, mesmo sendo super a favor do leite materno (amamentei minhas duas filhas), sei que em muitos casos precisamos recorrer ao leite em pó. E minhas filhas estão aí, super saudáveis, graças a Deus!
    Bjos,
    Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje já mudei os hábitos alimentares do pequeno aqui em casa! Fui numa especialista em amamentação e tudo mudou! Agora ele mama 20 minutos em cada peito e capota! As vias das minhas mamas estava entupidas e por isso ele ficava horas pendurado e saia com fome! Depois farei um post sobre isso! Beijao

      Excluir
  2. Também dei a versão AR para a Isadora! E não é nenhum pecado a gente dar a fórmula. Não me sinto menos mãe por isso! ;)

    ResponderExcluir