Água Termal Mineralizante de Vichy

terça-feira, julho 04, 2017 Daniela O. R. 0 Comentários

Tudo começou na região vulcânica de Auvergne, no coração da França. Lá, a água da chuva penetra nos vulcões e percorre um longo trajeto até entrar em contato com as rochas vulcânicas que existem há 380 milhões de anos e estão a mais de quatro mil metros de profundidade. Por entrar em contato com rochas magmáticas, a água termal é aquecida a 140ºC. Durante esse processo ela é enriquecida com 15 minerais que deixam a pele mais resistente contra as agressões do dia a dia.

Esse é o caminho da origem da Água Termal Mineralizante de Vichy, que foi descoberta durante o Império Romano por Julio César durante suas conquistas, onde encontrou “águas aquecidas que jorravam naturalmente da terra”. Logo, a água ficou famosa entre a aristocracia europeia, que viajava ao vilarejo da fonte, para usufruir de suas propriedades benéficas. Esse vilarejo recebeu o nome de Vichy, que deriva do latin “Vicus Acquis Calidis” e significa “vila das águas quentes”.

Em 1677 a famosa marquesa de Sévigné exaltava as propriedades curativas da Água Termal Mineralizante de Vichy. Ela escrevia para sua filha que “esta água deixa a pele mais uniforme e suave”. Através de relatos como este, a Água Termal Mineralizante de Vichy se tornou famosa na corte de Luis XIV e passou a ser conhecida como a “água dos reis”.

Em 1861 a fonte das águas de Vichy foi declarada de interesse público por Napoleão III. Após a assinatura do decreto “Pela graça de Deus e pelo desejo da Nação Francesa”, o imperador inaugurou 4 spas de tratamento com água termal na cidade de Vichy, entre 1861 e 1864.  Todos queriam estar na cidade de Vichy e serem vistos lá.

Em 1903, um novo spa chamado “Etablissement Thermal des Dômes” – nome dado em referência à arquitetura em cúpulas – foi inaugurado. Construído para banhos de primeira classe e decorado com azulejos esmaltados azuis, a construção está lá até hoje e evoca a arquitetura Neo-bizantina.  Em 1910, com todo o sucesso, o spa recebeu quase 100 mil visitantes durante o verão.

Até 1971, o spa de Vichy tinha entre seus funcionários as “entregadoras de água”. Essas eram encarregadas pela entrega da água termal mineralizante aos pacientes que recebiam prescrição médica. A icônica estilista Coco Chanel foi uma “entregadora de água” no Salão das Fontes em Vichy durante sua juventude.

Outra atividade que se tornou famosa no spa foi o “Banho Vichy”, criado em 1896: uma massagem feita a quatro mãos, debaixo de uma ducha de água termal. Até hoje, essa é uma das atividades mais procuradas no spa de Vichy. Diversos spas do mundo oferecem tratamento similar, porém, o verdadeiro “Banho Vichy”, com propriedades mineralizantes e suavizantes só está disponível na cidade francesa.

Em 1899, o Doutor Prosper Haller, médico visionário e aventureiro, se machucou durante uma missão no deserto do Saara e retornou à França, para se recuperar na cidade de Vichy, onde conheceu e comprovou os efeitos curativos da Água Termal Mineralizante. Em 1917, Dr. Haller se tornou Diretor do Centro Termal de Vichy, e fez dele o spa número 1 na Europa e no Mundo, na época.

Em 1931, Dr. Haller se uniu a um cosmetólogo e juntos tiveram a ideia de associar a Água Termal Mineralizante de Vichy aos produtos cosméticos, dando origem à marca que foi a primeira a ter produtos cientificamente adaptados a cada tipo de pele: oleosa, mista, normal e seca.

Hoje, a Vichy está presente em mais de 50 países e é a marca número um entre as farmácias na Europa e a segunda mais vendida do mercado dermocosmético brasileiro. A marca chegou ao Brasil em 2001, e desde 2007 trabalha ligada aos dermatologistas, pilar essencial para seu crescimento. Diversos produtos de grande sucesso em vendas foram inspirados no vanguardismo da dermatologia brasileira, e desenvolvidos especialmente para a pele e clima locais.

SAC: 0800 701 1552 | www.vichy.com.br
https://www.facebook.com/VichyBrasil @vichybrasil #vichybrasil

CONSULTE SEMPRE SEU DERMATOLOGISTA

Assuntos Relacionados

0 Comentários :