Flow de Notícias

Criada Frente Parlamentar de combate à pedofilia, erotização infantil e violência doméstica

A pedofilia, a erotização infantil e a violência doméstica são temas que afligem nossa sociedade por isso é necessária uma ampla participação do legislativo para debater estes assuntos e buscar soluções. Pensando nisso, a deputada Leticia Aguiar propôs a criação de uma frente parlamentar na Assembleia Paulista: “Os números justificam a necessidade de instalação dessa Frente na Assembleia Paulista”, afirmou a deputada do PSL (SJC/SP) que pretende discutir a ampliação de mecanismos de proteção às vítimas, implantação de programas de prevenção e de conscientização e a elaboração de projetos para redução dos índices desses crimes.
Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, em janeiro de 2019, foram registrados 1.071 estupros, sendo 810 de vulneráveis. Somente na região de São José dos Campos, área de atuação da deputada, constatamos 69 crimes dessa natureza, sendo 51 contra menores.

A Frente inclui a erotização infantil, mesmo não existindo registros oficiais quanto ao tema. 

“Sabemos que materiais eróticos estão disponíveis não somente em plataformas digitais, mas em outros ambientes - inclusive o escolar”, disse Leticia Aguiar que defende levar essa discussão às escolas paulistas.

Quanto ao combate à violência doméstica, uma das prioridades no mandato da parlamentar, que é autora de um projeto de lei que prevê a implantação do “Botão do Pânico” em cidades com altos índices de violência contra a mulher, os números também são alarmantes. Somente em 2018, foram 121 feminicídios registrados no estado de São Paulo. Para a deputada, é preciso também ampliar o uso da tecnologia e defender a implantação de mecanismos como o SOS Mulher, do governo do estado, para redução desses números.

Esses dados mostram a importância de envolver os deputados paulistas na discussão de mecanismos que mudem essa realidade”, finalizou.