Flow de Notícias

Caio Prado leva "Incendeia" para a CAIXA Cultural São Paulo

Crédito: Mariana Quintão
A CAIXA Cultural São Paulo recebe em novembro o cantor e compositor Caio Prado, uma das vozes mais impactantes da cena contemporânea. Os shows acontecem na Semana da Consciência Negra em quatro noites com entrada franca e participações especiais de Johnny Hooker, Larissa Luz, Linn da Quebrada e Karina Buhr. 
Intitulado "Incendeia", assim como o elogiado último álbum do cantor, o espetáculo tem roupagem pop e densidade suficiente para mostrar o conceito de que as transformações passam por queimadas, viram cinzas e renascem em brisas. Desde a sonoridade até a identidade visual, 'Incendeia' é poesia que busca comunicar as urgências dos tempos atuais.
O projeto tem patrocínio da CAIXA e do Governo Federal, e é realizado pela empresa Alá Comunicação e Cultura.
No repertório estão canções do álbum como "O mesmo e o outro", "Turbilhão" e "Mera", além da inédita "É carnaval chegar", composta por Caio em parceria com Jean Kuperman e "Não recomendado", hit do grupo que Caio faz parte e que tem virado um hino dessa geração contra o preconceito.
Para as apresentações, o cantor será acompanhado por Federico Puppi no cello, Lourenço Vasconcellos na bateria e Elisio Freitas na guitarra. "O show terá o som da madeira misturado aos timbres eletrônicos e swing griô do disco. Vou levar para a Caixa Cultural a minha identidade e consciência preta, refletindo o meu tempo através da música", adianta o artista. 
Ele conta que ver pessoas agradecendo diariamente por se sentirem aliviadas, empoderadas e felizes com sua arte é o que mais tem lhe estimulado. "O que me move também é a efervescência da cultura brasileira, que tem apresentado riqueza em novidades, com representatividade e diversidade", afirma.
Cria de Realengo, subúrbio carioca, Caio tem o objetivo de fazer parte da história da música popular brasileira, levando sua música por todos os cantos do país e pelo mundo afora. Se depender do timbre marcante, ideias frescas, atitude e luta, este caminho já está sendo muito bem pavimentado. O trabalho de Caio Prado dialoga também com muitos públicos.
 Sobre o cantor 
Caio Prado lançou seu primeiro disco, “Variável Eloquente” em 2015, e recebeu muitos elogios da crítica especializada. Paralelamente aos shows que fazia, começou a rodar o Brasil com seu outro projeto, o trio queer “Não Recomendados”, onde recebeu diversos convidados nas apresentações como Ney Matogrosso, Johnny Hooker, Lineker, Mariana Aydar, Maria Gadú, Simone Mazzer, Duda Brack, entre outros. 
Recentemente, ele teve uma das maiores alegrias da sua carreira ao ouvir Elza Soares, uma das suas principais referências gravar a canção "Não recomendado", do seu grupo. Com seu último disco, "Incendeia", produzido por Alê Siqueira, Caio vem aumentando seu público e prestígio.
Enquanto se apresenta com "Incendeia", o artista inquieto tem feito novas parcerias e já planeja dois novos discos com a visceralidade e emoção que são a marca do seu trabalho.
 Serviço 
Show "Incedeia" com Caio Prado e convidados
Dias 20, 21, 22 e 23/11 (quarta, quinta, sexta e sábado)
20/11 - Caio Prado e Johnny Hooker
21/11 - Caio Prado e Larissa Luz
22/11 - Caio Prado e Linn da Quebrada
23/11 - Caio Prado e Karina Buhr

Horário: 19h15
Local: Grande Salão da Caixa Cultural São Paulo (Praça da Sé, 111 - Centro)
Entrada: Gratuita (distribuição de ingressos a partir das 9h do dia do evento)
Capacidade: 80 lugares
Classificação indicativa: 14 anos 
Duração: 80 minutos
Informações: (11) 3321-4400